Os Ricos São os Ricos

2742104913_c2cbba179d

Às vezes, eu tento explicar por que eu gosto de falar sobre Jesus cristo. Houve um momento em minha vida em que eu vivi uma depressão muito forte e minha vida parecia ter deixado de ter sentido. Eu sentia que as religiões, ou a grande maioria delas, não estavam seguindo o que Jesus disse. Eu não sei se estava certo, mas foi o que senti. Eu visitei várias religiões nessa época e não consegui me envolver em nenhuma. Mas eu nunca deixei de acreditar em Jesus Cristo e ver Nele a saída para a felicidade. Jesus Cristo sempre deixou claro que o problema do mundo está na riqueza. Ele disse ao jovem rico que vendesse tudo o que tinha e doasse aos pobres. Ele foi tão claro: “que doasse aos pobres”. Por outro lado, Jesus Cristo perdoou a adúltera, a prostituta. Ele só não perdoou a riqueza. Talvez porque Ele não tenha tido oportunidade, porque os ricos não precisaram pedir perdão a Ele. É claro: os ricos se acham os ricos e não precisam de perdão. Se for preciso, eles manipulam o evangelho para se tornarem santos como sempre fizeram.

Anúncios

Jesus Cristo ou Rei Davi?

Ambos nasceram em belém e tiveram as mesmas oportunidades. Ambos nasceram para ser rei.

Davi lutou pelo reino de israel. Teve uma vida cheia de pecados. Era avarento. Cometeu adultério. Entregou-se à luxúria. Conquistou o reino de israel com a força de sua espada. Deus deu a ele o reino de Israel.

Jesus Cristo lutou pelo reino dos céus. Teve uma vida divina. Pregou o perdão e a paz. Quando teve a oportunidade de lutar pelo reino de Israel, ele se deixou pregar em uma cruz. Deus deu a ele o reino dos céus.

Há religiosos que acreditam que Davi reencarnou-se em Adolf Hitler. Davi e Hitler foram os homens que mais causaram mortes em toda a história da humanidade. Davi era judeu, e Hitler odiava os judeus.

Ainda há outro fato que me faz pensar. Jesus Cristo foi muito claro quando disse. “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.”

Jesus Cristo e a Religião

Quando Jesus veio ao mundo a primeira vez, os religiosos da época queriam que Ele julgasse e condenasse os pecadores ao fogo eterno. Mas Jesus teve a sabedoria eterna ao dizer que aquele que não tivesse pecado que atirasse a primeira pedra. Ele foi de encontro e contradisse o que pregava na é poca. Por isso os religiosos da época o pregaram em uma cruz. Mas, apesar dos ensinamentos de Jesus, ainda hoje pregam o fogo eterno como pagamento dos pecados. Já imaginou o que aconteceria se Jesus voltasse hoje e perdoasse os pecadores? Será que Ele seria condenado outra vez pelos religiosos? Eu não consigo ver Jesus como alguém que condena até mesmo porque sou um pecador. Eu imagino que jesus é a paz e não a guerra. Jesus é amor e não ódio. De qualquer forma, eu quero que Jesus me dê a sabedoria de sempre perdoar aqueles que me maltratam de alguma forma. Eu acho que teremos a eternidade toda para nos melhorarmos. Um dia ficaremos melhores.

A Bíblia e a Internet

Imagina que existem pessoas que comparam a Bíblia com a Internet, dizendo que a Bíblia é de Deus e a Internet é do Coisa Ruim. Mas eu simplesmente acredito que, em ambos os casos, Deus foi absolutamente democrático, dando a todos os mesmos direitos. Vamos comparar dois personagens bíblicos: Davi e Jesus. Na época de Davi, a Bíblia era escrita por ele e para ele. Na época de Jesus, também a Bíblia era escrita por Ele e para Ele. Mas Jesus e Davi são lados opostos. Toda história de Davi termina com ele matando seu inimigo. Toda história de Jesus termina com Ele perdoando seu inimigo. Jesus mesmo disse que ninguém pode seguir a dois senhores. Então, ou você segue Jesus ou segue Davi. Não existe a possibilidade de seguir os dois porque são lados opostos. Um pregava o contrário do outro. Na Internet ocorre o mesmo. Existem os dois lados. Você pode escolher o que quiser. Ou será que Deus iria permitir que apenas os maus tivessem acesso à internet? Eu sempre acredito que Deus é perfeito e sempre permite a todos os mesmos direitos. Assim como Ele permite a todos o direito à Internet, Ele também permitiu a todos o direito à Bíblia: os bons e os maus.

A Bíblia e o Caminho

Clipboard02

         Assim como todo livro, todo livro sagrado é importante. A Bíblia, o Torá, o Alcorão, O Tao Te Ching, O Evangelho Segundo o Espiritismo, todos são importante histórica e religiosamente. Porque, sem eles, a gente não teria um paradigma para falar de Deus. Mas o mais importante e o que todos deviam saber é que nenhum deles é mais importante do que o próprio Deus. Se a gente acreditar que a Bíblia, por exemplo, é mais importante do que Deus, a gente não vai poder sair de casa sem ela. Ou, se isso acontecer, estaremos saindo sem Deus. Deus não exige que a gente vá para o céu da noite para o dia. São necessários muitos anos de luta, de paciência, de caridade. Não adianta eu estar indo para a igreja e, quando eu ver alguém doente, eu sentir raiva dele por me atrapalhar. Se Deus pôs aquele doente no meu caminho, é porque Ele quer que eu cuide do doente primeiro, independente de ir ou não à igreja, não acha? O que todos deviam pensar é que ninguém vai para o céu com apenas uma ação. Senão a gente pode acreditar que pode matar, brigar, maltratar, etc., porque, quando a gente quiser, a gente batiza e vai para o céu, será? Muita gente acha que a Bíblia é mais importante do que Deus. Seria melhor que essas pessoas pensassem melhor. Eu acho que é preciso muita paciência para melhorar e poder falar que é bom. Atenção, falar que é bom não é o mesmo que falar que está salvo. Porque salvo todos seremos ou ninguém será. Um dia a gente vai ter que aprender a viver uns com os outros sem se desentender ou pelo menos se entendendo melhor. Por exemplo, se você matasse alguém e ficasse dizendo que está salvo, seria a mesma coisa que dizer que aquele que você matou está morto e não pode fazer nada porque não existe mais. Será que aquele que você matou estaria satisfeito?