Arquivo mensal: abril 2019

A História de Jesus Seguindo Raciocínio Lógico

Essa postagem não tem o objetivo de contestar a sua fé. Eu só quero fazer uma leitura da Bíblia com raciocínio lógico. Como eu sempre uso o raciocínio lógico em tudo que escrevo neste blogue, eu quero escrever também sobre a Bíblia. Se você é de uma religião cristã, esta postagem não vai servir de nada para você. Mas, para quem busca saber a verdade e quer entender o que realmente aconteceu, esta postagem pode servir de introdução para pesquisas mais aprofundadas.

Na época, há dois mil anos, a tradição era o pai escolher o marido para a filha. Maria tinha entre 12 e 14 anos e José tinha mais de 30 anos. Para segurar esse tipo de casamento, o adultério praticado pela mulher era punido com apedrejamento público. Um casamento desse tipo era um verdadeiro convite ao adultério. Por isso, tinha que ser punido com pena de morte.

Pelo raciocínio lógico, Maria não se engravidou do espírito Santo porque isso não existe de fato, é só uma questão de fé. Maria, então, traiu José e engravidou-se em um adultério. Eu fiz algumas pesquisas e descobri que Jesus era filho de um soldado romano chamado Pantera. Como o nome Pantera era muito usado pelos soldados romanos da época, os hitoriadores acreditam que o pai Dele era Tiberius Julius Abdes Pantera.

Como não há registro histórico de que houve um senso no ano em que Jesus nasceu, é bem claro que Jesus tenha nascido mesmo em Nazaré. Mesmo que tivesse havido um senso, o governo iria à casa das pessoas contar as pessoas e não as pessoas iriam ao governo. Essa história de que ele nasceu em Belém foi colocado na Bíblia apenas para dizer que cumpriu as escrituras, segundo as quais o Messias nasceria em Belém.

Quando Jesus tinha 12 anos, Maria e José viajaram com Ele para jerusalém e, na cidade de Jerusalém, Ele sumiu e foi conversar com os instrutores no Templo. Jesus disse aos instrutores que eles teriam que financiar o projeto Dele de ser um Deus Vivo no Templo e ajudá-lo a forjar milagres porque isso nunca aconteceria de verdade. Eles ficaram encantados com a sabedoria Dele. É claro que Deus não transaria com uma mulher para ter um filho para herdar seu trono. Isso nunca aconteceria. É óbvio.

Jesus se envergonhava de Maria, sua mãe. Há uma passagem na Bíblia em que Jesus pregava e Maria chegou com os filhos irmãos de Jesus ao local onde Jesus pregava. Mas Jesus disse que ela não era sua mãe e aqueles não eram seus irmãos. Jesus renegou a própria mãe porque ela tinha 7 filhos e todos foram concebidos por adultério.

Nicodemos era Fariseu e ajudava Jesus nas exibições quando Ele forjava milagres para enganar o povo e fazer cumprir as profecias como nas ressurreições da menina filha de um homem chamado Jairo e de Lázaro. Mas Jesus queria fazer a sua própria ressurreição na Páscoa conforme havia previsto as escrituras. Jesus fazia tudo conforma as escrituras para cumpri-las e enganar o povo.

Quando Jesus conversava com Nicodemos que um homem tem que morrer e nascer de novo para entrar no Reino de Deus era a senha para Nicodemos preparar o teatro que eles fariam em Jerusalém. Nicodemos deixou até um burrinho em Betânia para fazer tudo conforme as escrituras. Jesus entrou em Jerusalém montado no burrinho e aclamado pela multidão.

Jesus limpou o Templo dizendo que haviam transformado a casa de orações em um mercado porque era lá que Ele queria ficar se fazendo de Deus e enganando o povo. Como tudo foi forjado, Judas não foi o verdadeiro traidor de jesus. Ele apenas fez o que Jesus pediu quando entregou Jesus às autoridades. Seria para forjar um teatro. Mas os poderosos ficaram muito irritados com Jesus pelo prejuízo que Ele deu a eles quando foi purificar o Templo e decidiram descartá-lo. Nicodemos tentou convencê-los de que eles teriam muito lucro com um Deus Vivo no Templo e compensaria o prejuízo. Mas, como não conseguiu convencê-los, ele acabou deixando Jesus ser crucificado daquela forma cruel.

O povo pediu para jesus ser crucificado para Ele provar que era mesmo Deus. Um Deus não morreria na cruz. Se Ele fosse mesmo Deus, Ele sairia da cruz fácil fácil. Na cruz, Jesus não perguntava a Deus porque o havia abandonado e sim a Nicodemos. Nicodemos deu a própria tumba para Jesus ser sepultado. Mas deu um jeito de forjar o enterro e escondeu o corpo de Jesus para forjar uma ressurreição.

Quando Maria Madalena foi ungir o corpo de Jesus, ela não encontrou o corpo Dele e disse aos discípulos que Ele havia ressuscitado. Na época, o povo não questionou o fato de Maria Madalena ter ido ungir o corpo de Jesus. Essa era uma tarefa exclusiva das esposas, mães ou irmãs nessa ordem. O povo questionou apenas o fato de Jesus ter ressuscitado.

p { margin-bottom: 0.25cm; line-height: 115%; }a:link { }

Anúncios