Entenda a teoria da Probabilidade III

probabilidade-jogos

Eu escrevi algumas postagens neste blog sobre esse assunto. Mas eu, além de usar a forma convencional de calcular, eu também usei uma forma não convencional, uma fórmula que eu inventei e que é apenas uma representação que eu encontrei para eu explicar meu raciocínio. Nesta postagem, eu vou usar apenas a forma convencional, onde n é o número de cartas do baralho e p é o número de cartas sorteadas. A fórmula convencional é:

Cn, p =    n!

          P!(n-p)!

Cn, p = Cn, (n-p)

Primeiro, eu vou calcular os valores com n e p menores que 0 (zero), onde n é maior que p.

Vamos calcular o valor de Cn, p onde n = -5 e p = -8:

Resolução:

C-5, -8 = C-5, 3

C-5, -8 = (-5).(-6).(-7).(-8)!

                   3.2.1.(-8)!

C-5, -8 = 210

                6

C-5, -8 = -35.

Agora vamos calcular os valores com n menor que 0 (zero) e p maior que 0 (zero).

Vamos calcular o valor de Cn, p onde n = -7 e p = 4:

Resolução:

C-7, 4 = (-7).(-8).(-9).(-10).(-11)!

                     4.3.2.1.(-11)!

C-7, 4 = 5040

              24

C-7, 4 = 210.

Mas esse valores negativos são apenas imaginários porque não é possível existir um número negativo de cartas. De qualquer forma, para a Matemática, o importante mesmo deve ser o cálculo em si mesmo quando ele não existe na prática porque eu acho que a Matemática não deve ter limites.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s