A Rodoviária

 

            Embora as pessoas acreditem que no interior todo o mundo conhece todo o mundo, Fáber caminha lentamente pela rua. De repente, olha para frente e fica completamente fascinado. Ele vê uma garota e sente seu coração pulsar acelerado no peito. Não resiste ao encanto e aproxima-se dela. Quando ela olha para ele, ele pergunta fascinado:

            _Como você se chama?

            Ela assusta:

            _Oi?!

            _Me desculpe por aproximar assim, mas eu gostaria de saber seu nome.

            _Ah! Oi! Muito prazer! Meu nome é Andreia.

            _O prazer é meu! Eu me chamo Fáber.

            Ele olha para ela um pouco sem jeito e, depois de algum tempo, pergunta:

            _Você poderia me dar seu telefone?

            Ela também está encantada com ele e responde:

            _Sim! Claro!

            Depois eles se despedem, e Fáber continua Caminhando, só que agora completamente apaixonado.

            A semana passa, e chega a sexta feira. Fáber está em casa e não vê a hora de ver aquela garota maravilhosa outra vez. Ele olha para o número do telefone e decide telefonar.

            Andreia está em casa assistindo a TV quando o telefone toca. Ela atende, e Fáber diz:

            _Andreia, eu gostaria muito de rever você. Amanhã vai haver um show no clube. Você aceita ir comigo?

            _Sim! Amanhã eu posso ir.

            _Está bom! Então eu passo na sua casa às oito.

            Chegou o sábado, e Fáber e Andreia estão juntos no clube à espera do show. Fáber diz:

            _Me conte sobre sua vida, seus sonhos. Eu gostaria muito de saber.

            _Bom, olha, o meu maior sonho é ir para a capital e viver em um lugar onde haja muita gente. Enfim! Na capital tudo é mais fácil, a gente tem muito mais chance de ser alguém na vida. E você, qual é seu sonho?

            _Olha, Andreia, eu já tive muitos sonhos na vida, mas, com o passar do tempo, eu vi que os sonhos são apenas ilusões. O bom é viver o que a gente tem a nosso lado.

            A noite foi passando, e eles se envolvendo cada vez mais. Quando chegou a madrugada, eles já estavam aos beijos, vivendo um lindo sonho de amor, completamente apaixonados.

            Não faz nem um ano que eles se conheceram, e eles já estão ficando noivos. Nessa noite de sonhos, Andreia diz a Fáber:

            _Olha, Fáber, você sempre teve razão, a melhor coisa da vida é viver o que está do nosso lado. E hoje eu posso lhe dizer que a melhor coisa da minha vida foi ter encontrado você. Eu não consigo imaginar a minha vida sem você.

            Fáber vive nas nuvens, porque Andreia é tudo com que ele sempre sonhou. Olha para ela com os olhos úmidos de sonhos e diz:

            _Andreia, eu poderia procurar por todo o mundo, que eu jamais iria encontrar alguém que eu amasse como eu amo você.

            Talvez o grande erro de Fáber seja entregar completamente o coração assim a alguém, sobretudo alguém que tinha um sonho tão convicto, embora, é claro, ela declare que já se esqueceu daquele sonho.

            A noite passou, e chegou mais um dia. E, quando são lá pelas nove horas da manhã, a campainha toca, Andreia abre e se assusta:

            _Pedro! Você aqui?!

            _Oi! Andreia! Pensou que eu havia desaparecido?

            _É claro, Pedro, já faz cinco anos que você foi embora e nunca mandou notícia.

            _Bom, maninha, mas agora eu estou aqui. Na verdade, eu não vim para ficar. Daqui a alguns dias, eu vou voltar para a capital. Eu tenho uma vida lá.

            _Mas me conte! Como você está lá? Como você vive? Já se casou?

            _Não, na verdade, eu ainda não me casei. Eu tenho uma namorada na capital. Infelizmente, ela não pôde vir para vocês conhece-la. E você, já se casou?

            Não! Eu fiquei noiva ontem. Meu noivo se chama Fáber. Você vai adorar conhece-lo.

            O amor de Fáber e Andreia continua. A cada dia eles estão mais apaixonados e sonham com o dia do casamento.

            Mas uma semana depois que Pedro chegou à cidade, Pedro recebe um telefonema:

            _Pedro, você tem que voltar. Estamos precisando de você.

            _Sim, Sr. Tony, eu vou o mais rápido possível.

            _Olha, Pedro, Nós estamos precisando de uma garota, e seria bom que ela fosse do interior, porque as moças do interior são mais comportadas mais educadas. Enfim, você não consegue nenhuma aí na sua cidade? O trabalho é honesto e ganha bem.

            _Olha, Sr. Tony, minha irmã sempre sonhou em ir para a capital. Ela está noiva. Mas, de qualquer forma, eu vou falar com ela.

            _Diga a ela que é uma grande oportunidade.

            Quando Andreia chega a casa, Pedro a chama e começam a conversar:

            _Olha, Andreia, você pode ficar tranquila que é um trabalho ótimo. Você terá todas as oportunidades com que sempre sonhou.

            _Eu sei, Pedro, não é isso que me preocupa. Eu não quero perder a oportunidade de ir para a capital, mas eu amo o Fáber.

            _É, Andreia, mas eu acho que você tem que fazer aquilo com que sempre sonhou desde criança. Se você perder essa oportunidade, talvez você nunca mais tenha outra. Se você se casar com o Fáber, você jamais sairá daqui.

            _Eu sei, Pedro, mas, de qualquer forma, eu fico com dúvida.

            Mais tarde, Andreia e Fáber estão juntos.

            _Olha, Fáber, eu quero lhe dizer uma coisa, uma coisa que, para mim, é muito importante. Veja bem, eu amo você, eu sei que você, se eu for ficar com você, vai me fazer muito feliz. Mas surgiu uma oportunidade de eu ir para a capital, e eu confesso que fiquei balançada, porque esse sempre foi o meu maior sonho.

            _Andreia, não faça isso comigo. Você sabe o quanto a amo. Eu não irei suportar viver sem você. Por favor, não vá!

            Depois que Fáber foi embora, Andreia se deitou e ficou pensando: “Eu não posso perder essa oportunidade, afinal esse sempre foi o meu grande sonho. Está decidido, eu vou para a capital.”.

 No outro dia, logo que acordou, Andreia disse a Pedro:

            _Pode ligar para o Sr. Tony e dizer a ele que você encontrou a garota. Eu vou com você.

            Pedro liga, e eles marcam a viagem para o outro dia.

            Andreia vai à casa de Fáber para lhe contar o que decidiu:

            _Olha, Fáber, esta foi a decisão mais difícil que já tomei em toda a minha vida. Eu não vou porque eu não amo você. Eu vou porque esse é o grande sonho da minha vida. Eu sempre sonhei com isso.

            _Não vá, Andreia, eu não posso viver sem você!

            _Não, Fáber, Está decidido, eu vou. Não posso perder essa oportunidade.

            _Tudo bem, Andreia, já que você quer ir, eu não vou insistir. Eu vou sofrer. Talvez eu morra. Mas eu tenho que aceitar a sua vontade.

            No outro dia, quase na hora em que o ônibus partiria, Fáber diz a si mesmo:

            _Puxa! Eu não posso viver sem a Andreia! Eu tenho que ir para a rodoviária para impedir que ela vá!

            E saiu desesperado, correndo pela calçada. As pessoas olham para ele, achando estranho. Mas ele não está nem aí, só pensa em chegar à rodoviária a tempo de impedir que seu amor vá embora. As lágrimas correm no seu rosto, e seu coração, não suportando a tristeza, pulsa desesperado, dizendo que ele não pode perder esse amor.

            Quando Fáber chega à rodoviária, Andreia está andando em direção ao ônibus. Ele olha para ela, com os olhos cheios de lágrimas, e grita:

            _Andreia! Não vá! Eu não posso viver sem você!

            Andreia olha para ele, pensa, decide, vira o rosto e segue em direção ao ônibus.

            Quando o Ônibus sai da cidade, Pedro lhe pergunta:

            _Está feliz, maninha?

            _Este sempre foi o meu maior sonho.

            Fim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s