Olhando Para o Céu

Quando a gente olha para o céu à noite em direção ao sul, a gente vê o Cruzeiro do Sul. E isso

acontece o ano todo. Isso, então significa que a terra não gira em torno do sol. Certo ou errado? Vamos entender. Se a terra gira em torno do sol, em março estaremos de um lado e em setembro

estaremos do outro. Agora olhe a gravura abaixo:

Figura 1.jpg

Portanto, olhando a representação, a gente vê que pode ver uma parte do espaço tanto em março quanto em setembro. Veja essas visões como ficaria à meia noite nas gravuras abaixo:

Figura 2.jpg

Figura 3.jpg

Concluímos, portanto que em março podemos ver o Cruzeiro do Sul, em setembro não.

Agora dê uma olhada nos meses de junho e dezembro:

Figura 4.jpg

Figura 5.jpg

Podemos ver o Cruzeiro do Sul tanto em junho quanto em dezembro. Mas há um detalhe que, se a gente não prestar muita atenção, a gente não vê. Em junho o Cruzeiro do Sul está apontando para a direita e em dezembro para a esquerda como se estivesse de cabeça para baixo de um mês em relação ao outro. Isso é uma prova concreta, absoluta e irrevogável de que realmente a terra gira em torno do sol. Porque, se a terra não girasse em torno do sol, o Cruzeiro do Sul teria que apontar para o mesmo lado tanto em junho quanto em dezembro.

Anúncios

3 comentários sobre “Olhando Para o Céu

  1. Excelente. É isso mesmo. Se a Terra não girasse em torno do Sol, o céu seria exatamente igual num mesmo horário de observação. Como ela gira, vemos a outra metade do céu depois de seis meses. Por causa do exemplo do Cruzeiro do Sul, você deixou claro que ver uma estrela durante todo o ano não prova que a translação é falsa. Tudo depende da estrela. Por isso eu sempre aconselho que os iniciantes façam testes com as estrelas próximas do plano orbital da Terra, como Aldebaran, Regulus, Spica e Antares. Cada uma delas tem sua época do ano para ficar oculta pelo Sol e estará oposta à posição do Sol depois de seis meses. Basta olhar. Vi que você usa o Stellarium, que é um programa que considera como reais a translação dos planetas. Ora, como ele poderia acertar a posição dos planetas, se estes não tivessem translação? Eles têm e a gente pode ver isso facilmente se olhar para o céu com atenção. Ninguém precisaria do Stellarium se os planetas estivessem imóveis. Bastaria olhar uma vez para o céu e ver em qual constelação cada planeta fica. Nós sempre encontraríamos cada planeta em seu lugar eterno. Porém, poucos dias de observação nos mostram que eles mudam mesmo de lugar e encerram de vez essa questão.

  2. Oi Izaldo, vc é feramesmo. Eu aceitei que a terra gira em torno do sol porque me apresentaram argumentos e provas, mas eu não questionei e nem fui attrás para comprovar e vc fez isto de uma maneira brilhante. Parabens cara . Sua esplanação é muito bem elaborada e sua observação do espaço sem instrumentação não é mole não. parabéns cara continue cara. Temos mais umas polêmicas para investigar. aqueles blocos de pedra das pirâmides do Egito. Como chegaram até ali e foram assentadas, ficavam muitos km. dali atrás de pântanos, e as ferramentas da época, paus, cordas cipós, ferro fundido e algumas de aço muito rudimentar Vamos investigar esta. Omar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s